quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Documentário “Luto em Luta” (2012)



No dia 21 de setembro entrou em cartaz o documentário “Luto em Luta” com direção de Pedro Soffer Serrano que narra, entre outras, a história de Vitor Gurman, de Bruna e de Miriam Baltresca atropelados na calçada por motoristas embriagados. 

*Sinopse: 
O filme expõe, por meio de depoimentos de vítimas, familiares e imagens de acidentes, a tragédia diária do trânsito de São Paulo, que chega a matar todos os anos mais do que guerras e desastres naturais. Ao buscar todas as facetas deste tema, o diretor ouviu especialistas em trânsito, médicos, psicanalistas, jornalistas, juristas, políticos e cidadãos comuns. Entre os participantes do documentário destacam-se Ricardo Young, Gilberto Dimenstein, Heródoto Barbeiro, José Gregori, Floriano Pesaro e Rafael Baltresca, que perdeu a mãe e a irmã atropeladas e hoje segue na luta com o movimento Não Foi Acidente.

*Ficha Técnica: 
Gênero:  Documentário
Ano:  2012
Direção:  Pedro Serrano 



*Maiores detalhes:
Na primeira parte o tema é a “barbárie” e os desastres de Vitor, Bruna, Miriam, Carol (vitima do motorista do Porsche), Edson Roberto (vitima do motorista do Camaro Vermelho) entre outros são focados. Na segunda parte, o tema é o “luto” com o depoimento de Rafael Baltresca que, conta como foi aquela madrugada em que recebeu a notícia da morte de sua mãe e de sua irmã e a decisão em mostrar a sua “ferida”, abrindo mão de sua privacidade, em busca de uma mudança nas leis de trânsito que envolvam embriaguez ao volante. Gladys Ajzenberg (mãe de Vitor Gurman) lê uma carta em que conta sobre uma noite de lua cheia na qual ela e Vitor olharam admirados para o céu tamanha a beleza, isso aconteceu quando ele ainda era pequeno. Era uma lua tão linda e tão grande que, eles nunca mais viram outra igual. No entanto, desde então criaram o hábito de, onde quer que estivessem, ao olhar a lua cheia, lembrar um do outro. Para Gladys, a lua seria a lembrança que, Vitor teria dela quando no futuro, ela não estivesse mais aqui, mas de uma forma brutal, Vitor morreu aos 24 anos e, hoje ela é quem ao olhar para a lua cheia, se lembra do filho. Na terceira parte, o tema é a “luta” e mostra o Movimento “Viva Vitão – Não espere perder um amigo para mudar sua atitude no trânsito”, um grupo de pessoas que, após a perda irreparável do amigo, decidiu se mobilizar e transformar o seu luto em luta. O Movimento Não Foi Acidente mostra o que acontece hoje com as pessoas que cometem um crime de trânsito, explica sobre o Projeto de Lei e, o que busca mudar.

*Poster:



*Trailer: 


TEASER do Documentário "Luto em Luta" from Pedro Soffer Serrano on Vimeo.


*Fonte: Nao foi acidente


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...