segunda-feira, 23 de julho de 2012

Comic con 2012: Amanhecer parte 2 (Breaking Dawn Part II)


O painel de Amanhecer parte 2 apareceu todo o elenco principal, e este é o último Comic-Con da saga. Kristen Stewart falou sobre as cenas de sexo que irá acontecer nesse último filme. Para Robert perguntaram qual vilão ele  gostaria de ser, respondeu Zod do Superman. 

No telão surge Kristen Stewart com as lentes de contato vermelhas. O filme começa logo depois do desfecho da Parte 1, com Bella experimentando as primeiras sensações de ser uma vampira, acariciando Edward (Robert Pattinson), vendo abelhas e flores desabrochando. Quando ela o abraça, Edward dá um gemido de dor: "Agora é você que precisa tomar cuidado para não me quebrar", diz ele.

Corta para a floresta, com os dois apostando corrida, saltando cachoeiras. Bella logo avista um veado e se prepara para atacar, mas ao mesmo tempo sente o cheiro do sangue de um alpinista que se corta escalando um rochedo. Ela corre, escala descalça o penhasco e é impedida por Edward de atacar o humano. De volta à floresta, um puma se prepara para atacar o veado, e Bella salta ao mesmo tempo em que o felino e o derruba no ar, antes de enfiar suas presas na jugular do animal.

Antes de partir para a floresta, Bella perguntara a Edward onde estava a bebê dos dois, Renesmee, e na cena seguinte eles se encontram com Jacob (Taylor Lautner), que guarda a criança. Antes de entrar na casa, Jacob diz que Bella não parece tão diferente assim, apesar dos olhos vermelhos, e que o casal de vampiros fica bem lado a lado.


Quando o painel abre para perguntas, Lautner fala justamente desse novo papel que cabe a Jacob: "É menos dramático pra ele, não tem tanto estresse e aquele peso nas costas dos outros filmes", conta. Meyer e Stewart se dizem mais empolgadas com a esperada transformação de Bella. "Sempre esperei por esse momento", diz a autora, e a atriz emenda: correr e caçar (cenas em que, pelo que deu pra ver no vídeo, Stewart se esforça para fazer uma cara de lascívia) são seus momentos preferidos da nova vida de desmorta.

Uma gafe leve acomete a escritora quando o mediador pede-lhe para apresentar o vídeo seguinte: "Na verdade não sei o que vamos mostrar agora... Só sei que é da segunda metade do livro", brinca. Stewart vem em socorro e resume o clipe, que mostra o clã Cullen ensinando etiqueta a Bella, a não correr demais, sentar-se e se postar como uma vampira fina.

Em seguida, juntam-se a Lautner, Stewart, Pattinson, Meyer e Mackenzie Foy (a garota que interpreta Renesmee) os vampiros coadjuvantes da saga - com ovação feminina especial para Jackson Rathbone e Kellan Lutz. Entre algumas perguntas manjadas (qual seu momento preferido da franquia? qual o maior desafio?) e respostas displicentes (Peter Facinelli murmura alguma coisa e não abre mais a boca, enquanto Pattinson e Stewart carregam o arrastado painel com sua conhecida timidez), alguns momentos são curiosos, como quando uma fã brasileira lembra das cenas filmadas no Rio de Janeiro. Pattinson diz que adorou o Brasil, que tentou aprender algumas palavras em português e elogia a comida brasileira. Stewart, por sua vez, diz que os fãs brasileiros são diferenciados, "bizarramente apaixonados", em suas palavras.

Em outro momento, Meyer diz que não tem planos de escrever romances de Crepúsculo sob a perspectiva de Edward - "já trabalho com vampiros há dez anos e tenho ideias novas e diferentes que acho que são boas". A melhor resposta de Stewart foi à pergunta de uma fã: se você pudesse vir fantasiada de vilã à Comic-Con, qual escolheria? "Eu seria a Rainha Má de Branca de Neve", responde a Branca de Neve em pessoa.

Quando muita gente já deixava a sala H, uma surpresa final: as primeiras cenas de A Hospedeira (The Host). O preview mostra que a nova adaptação ao cinema de uma obra de Stephenie Meyer tem uma estética bem distinta da Saga Crepúsculo (embora continue a fixação por lentes de contato coloridas). Já dá pra sentir que o filme do diretor Andrew Niccol tem mais ação (em uma cena, a personagem de Saoirse Ronan se joga de uma janela e despenca de um prédio), perseguições e tiroteios. Rende um contraste interessante a cena no meio deserto em que um helicóptero e carros cromados se destacam na paisagem arenosa - parece bastante o visual clean dos cenários distópicos, marcados por carros estilosos, que Niccol sempre emprega em suas ficções científicas futuristas.


>Painel: 




Pergunta: Rob e Taylor, este é o filme onde Edward e Jacob finalmente se tornam amigos ou aprendem a amar um ao outro como uma família?

Taylor Lautner: Nós sempre tivemos essa relação, certo?

Robert Pattinson: Sim, eu te dou minha filha, sacrifico minha filha para ele…

Taylor Lautner: Isso é amor.

Robert Pattinson: Isso é amor verdadeiro. Basicamente, esta é uma história de amor entre Edward e Jacob.

Taylor Lautner: Sim, a relação entre nós três fica um pouco diferente. Sempre foi esse triângulo complicado, e agora é um quadrado. Não, se tornou muito menos complicado.

Pattinson: Agora, a relação se torna um círculo.

É este um final agridoce da franquia? Como está sendo esse final juntos, na Comic-Con?

Kristen Stewart: É engraçado. Se você me disser amanhã que nós temos que refilmar algumas cenas que não bem, eu ficaria tão feliz que eu começaria a vibrar, porque eu realmente gosto de atuar nesse papel, o fizemos por quatro anos. Quando você o faz, mesmo que seja uma chatice ir embora, eu olho para trás tão carinhosamente que tenho tento o guardar para sempre o ter. Estou muito grata por isso.

Stephenie Meyer: Alguém me perguntou sobre suas vidas em mudança e eu disse que eu imagino, em uma base diária, é muito mais irritante do que positivo. É muito chato todos os dias, certo?

Kristen Stewart: Às vezes.

Robert Pattinson: Várias coisas, mas não é realmente a ver com outras pessoas. Eu odeio ir ao banheiro!

Como vocês se sentem, pessoalmente, após fazer essa franquia?

Kristen Stewart: Você começa um projeto, para o terminar. Essa experiência realmente é demais, e essa é a única maneira que sempre me sinto bem. Eu me sinto muito desafiada. Como foi me mudar? Eu não sei. Talvez confirmou minha idéia do por que eu gosto de fazer o que faço. Nem sempre você apenas tem que fazer um filme indie para sentir como se fosse controlada por outra pessoas que você realmente se conectou criativamente. Você pode o fazer em maior escala. Talvez ele mudou minha mente sobre isso. Mas, como pessoa, eu não poderia começar a responder a essa pergunta agora.



Quais foram suas primeiras impressões sobre o outro, quando vocês se conheceram, há tantos anos atrás?

Stephenie Meyer: Para mim, a primeira vez que os vi foi muito memorável, porque eu estava indo os encontrar para um jantar de elenco todos os personagens. A primeira vez que os conheci, eles estavam todos vestidos como os meus amigos imaginários e foi uma das experiências mais bizarras da minha vida, mas foi tão legal ver todo mundo. Eu era como, “Isso é o que parece! É real!”. Eu queria tocá-los. Foi muito, muito legal. Foi emocionante porque tudo parecia incrível e eu estava realmente animada para começar a trabalhar com eles.

Kristen Stewart: Eu gostei das calças de Rob. Sério. É tão estranho. Taylor era um garoto quando eu o conheci, e depois de Lua Nova , ele literalmente não era mais uma criança. Eu lutei por ela, na verdade. É difícil dizer em entrevistas, porque eu não posso a definir. Às vezes você conhece pessoas e você está como, “Nós devemos fazer coisas juntos. Nós vamos fazer o melhor. Vamos utilizar o que esta energia e vamos fazer isso!” e eu tive isso, com os dois.


O que era a única coisa que você descobriu sobre o outro, filmando este último filme?

Stephenie Meyer: É difícil encontrar algo de novo, depois de tanto tempo. A única coisa que era novo para mim foi ver Kristen pela primeira vez, como a nova Bella. Isso foi incrível! Isso foi uma coisa muito legal para descobrir sobre ela. Embora todos os outros eram os mesmos.

Taylor Lautner: É verdade. Estávamos todos chatos. Kristen fez um trabalho tão bom, sobre essa franquia toda, em ser a menina desajeitada. E de repente ela se transforma em uma vampira elegante e sexy, uma pessoa completamente diferente. Foi muito impressionante para eu ver, e acho que os fãs vão se surpreender também.

Stephenie Meyer: Honestamente, chegando a ver a Bella tão poderoso era um sonho para mim. Foi incrível!

Kristen Stewart: Eu me senti como, “Uau, eu sou um carro esportivo. Vamos nos dividir!” Especialmente no livro, a minha parte favorita é: “Break her in, man! Vamos ver o que ela pode fazer!”.

Rob, como você está semelhante ao seu personagem?

Robert Pattinson: Eu estou tão animado para esta questão. Eu não sei. Eu não posso dizer mais. Me lembro de nossa primeira reunião Stephenie e minhas toneladas de perguntas.

Stephenie Meyer: Ele sentou e discutiu comigo sobre o que Edward pensa e sente. Foi incrível! Foi incrível!

Robert Pattinson: Depois de ter feito três filmes, você chegar a um ponto onde há um entendimento distinto do mesmo, então você realmente não sabe onde você termina e começa o personagem. Há certas coisas que você não sabe se ele está pensando. Eu passei tanto tempo em Vancouver que eu sou como “Edward não faria isso”, mas se alguém lhe perguntar o porquê, você não sabe o porquê. É como “Porque eu não faria isso”.

Como você se sentiria se a franquia Twilight franquia fosse refeita?

Robert Pattinson: Eu acho que seria incrível! Eu adoraria ver isso!

Taylor Lautner: Isso seria interessante, com certeza.

Robert Pattinson: Eu tenho pena da pessoa que assume a minha parte. Eu o destruíria. Gostaria de fazer uma campanha contra ele.

Kristen Stewart: O que é realmente grande sobre isso, porém, e a razão para transformar essa última página é o que é. Você apenas tem uma fé que é feito. Eu tenho uma perspectiva muito privilegiada, porque eu fui ela, mas se alguma coisa aconteceu, eu juro por Deus, por favor, os deixe sozinhos! Até o final do filme, é tão abundantemente satisfatório, doce e ideal. Ele só se sente bem, como deve terminar. E eu ficaria muito curioso para ver o que era.

Stephenie Meyer: Seria muito interessante, em 20 anos. Mas, eu tenho pena da pessoa que tenta entrar causa desses papéis, pois vai ser muito difícil. Não vai correr bem para eles, eu imagino. Isto é o que é amado. Seria interessante, mas seria tão difícil. Essa seria a parte mais difícil. A história de Bella é definitivamente dita. É final. Voltar no dia, quando eu nunca ia parar de escrever sobre vampiros, não havia uma razão pela qual Renesmee foi criada. Eu estava criando um narrador. Mas, ainda tem mais 20 anos de estrada.

Robert Pattinson: E sobre Edward e Bella se divorciando, e é uma coisa Sr. e Sra. Smith?

Stephenie Meyer: Então, quem sai do que vivo?

Robert Pattinson: Isso é a coisa boa, eles não podem morrer.

Kristen Stewart: Ou poderia totalmente arrancar a cabeça!

Rob, no primeiro Comic-Con, que estava visivelmente abalado com a resposta dos fãs. Como ele se compara agora?

Robert Pattinson: A primeira vez foi genuinamente assustadora. Eu não acho que nenhum de nós havia experimentado uma multidão tão grande. É estranho. Mas, então você se acostuma com uma rapidez surpreendente. Você tem uma personalidade que se desenvolve na frente de um monte de gente, e é diferente especificamente com os fãs de Crepúsculo, também. Há um humor que sai. Mas, eu acho que isso é divertido. Quando você tem 6.000 pessoas, é como uma das grandes estréias. O de Los Angeles tem 10.000 pessoas, ou algo assim. Mas, isso é apenas andando em uma névoa com as pessoas gritando com você. Com isso, há realmente algum tipo de elemento que é um show. Há uma frente e para trás, um pouco, por isso é divertido. Quando você se virar para uma estréia, é como fazer uma maratona.

Qual será o filme acrescentar, em termos de drama e emoção, para cumprimentar os livros?

Stephenie Meyer: O diretor Bill Condon é realmente grande em encontrar a emoção humana, no meio de acontecimentos fantásticos. Eu acho que ele fez isso de forma brilhante com o primeiro filme. Ele realmente fez você se sentir as relações humanas dali. Ele fez um trabalho realmente excelente sobre isso.

Kristen Stewart: Eu espero que isso não soar muito arrogante, mas como fazemos as coisas muito legais com o final. Acho que as pessoas possivelmente já sabe que, o que é uma chatice. Mas, acho que Bill era a pessoa perfeita para dirigir o quarto livro, mesmo que sejam dois filmes. Bella é um vampiro. Seus aspectos humanos são outros agora. Sempre foi algo que estava enraizado na história, e eu estava nervoso indo para ele. Agora que ela é uma vampira, ele só poderia parecer um pouco difícil de entender. Eu estava preocupada com a existência de algo para segurar. E ele o fez totalmente, eu acho. Com o fim, eu acho que o público espera algo muito emocional, e eu vi quatro vezes e chorei o tempo todo. É tão legal!

Depois de fazer todos esses filmes, vocês têm uma melhor visão sobre o que torna um fenômeno?

Stephenie Meyer: Eu não. Ele ainda me surpreende o tempo todo.

Taylor Lautner: Eu acho que Stephenie é extremamente humilde sobre isso. Eu nunca conseguiria responder a essa pergunta, mas todo o crédito vão para os livros e os personagens que ela criou. É aí que tudo começou. Estamos muito honrados em os dar vida, mas os personagens dos livros são os que os fãs se apaixonaram.

Kristen Stewart: Eu fui obcecado com essa coisa, e tem sido uma experiência pessoal. Há outras pessoas que se identificam com as coisas que eu faço, e que a energia compartilhada está lá. Se você gosta de algo e pode o compartilhar com seu amigo, de repente, você o ama porque você o compartilhou. Foi o amor das pessoas se obcecado, mas apenas o iluminou.

Desde que você começou com Crepúsculo, como vem sendo rotulado como sendo parte do filme o afetou? Tem que te machucar ou te ajudou com projetos diferentes?

Kristen Stewart: O acesso que todos nós temos é ridículo. É o mais enorme elogio, especialmente se os fãs do livro que você classificar. Por favor, me rotular! Isso significa que eu fiz a coisa certa. Se alguém que é fanaticamente obcecado com este livro e os filmes sempre diz: “É estranho para mim ver você em outras coisas” e isso é ótimo. Isso é perfeito! Um elogio. O desafio que temos diante de nós, eu não poderia pedir mais. Desafio é a minha coisa favorita na vida. Agora eu estou autorizada a me desafiar a maneira que eu quiser.

Havia tanto hype sobre as cenas de sexo na primeira parte de Amanhecer . Os fãs terão algumas cenas de sexo de vampiros na segunda parte?

Kristen Stewart: Rm Amanhecer 1 a cena era doce, sobre a descoberta e foi por isso não foi atrevido. Nada sobre essa série é atrevido. Mas, no segundo foi ser como animais. Nós tentamos e eles nos disseram que foi classificado como R.

Stephenie, você pode nos contar um pouco sobre The Host? Você já escreveu o segundo e terceiro livro? Você estava tentando alcançar o mesmo tipo de triângulo amoroso com que, como em Crepúsculo?

Stephenie Meyer: Não, na verdade The Host foi totalmente um paladar limpador para mim. Eu queria fazer algo um pouco diferente do que o amor. O amor está lá, obviamente, porque eu gosto de escrever sobre isso. Não há nada a sair em breve da série. Tanto que a produção filme The Host eu estou muito, muito animado. É lindo. Eu não posso esperar para você todos verem.

Existe alguma memória pessoal especial de toda esta experiência?

Stephenie Meyer: Eu acho que uma das minhas memórias favoritas foi a última semana de filmagem. Nós estávamos fazendo as cenas do casamento à noite e todos nós sabíamos que foi feito. Estávamos entusiasmados porque todos nós queriamos voltar para casa,dormir oito horas por noite e eu iria começar a ver mais meus filhos. Mas estava também muito triste porque você sabe que não vai conseguir sair mais com uns aos outros. Lembro de todos nós sentamos na garagem porque era o lugar mais quente em uma casa tão fria, e todo mundo estava apenas saindo. Kristen estava naquele vestido de noiva lindo e todos nós fomos relaxar em cadeiras de campo sabendo que era quase o fim, e gostando de estar uns com os outros e sabendo que não ia ser assim novamente. Isso foi realmente o meu momento favorito.

Kristen Stewart: Eu lembro daquele dia. Sim, eu diria que é difícil escolher um momento, mas fotografar as coisas de casamento, andando pelo corredor em Eclipse, era realmente coisas pesadas.

Taylor Lautner: Eu me lembro quando começou a ficar mais perto do final das filmagens e nós batemos a marca de três semanas e eu mantive-me dizer: “Tudo bem, é hora de começar a absorver cada momento, porque sei que vou querer voltar no tempo e fazer isso de novo”.

Nós estávamos super cansados e esgotados. Foi uma sessão de sete meses, mas eu queria absorver tudo. Todos nós provavelmente fizemos isso, eme lembro de cada momento, até o último dia.

Kristen Stewart: Minha última cena com Taylor era cerca de uma semana antes de ser concluído completamente, mas eu não sabia que ia ser a minha última cena com ele. Ele era como, “É isso, amigo!” Uma das minhas cenas favoritas foi quando nós dançamos juntos, após o casamento. Foi incrivelmente bom.

Robert Pattinson: Eu me lembro quando Peter Facinelli roubou uma bicicleta. Isso foi hilário! E quando nós fomos para o Brasil. Foi como, “O que está acontecendo? Estamos fazendo isso há anos e agora estamos no Brasil, em um barco? O que está acontecendo?”.

Kristen Stewart: Nós éramos como os Kennedys. Foi tão estranho.

Robert Pattinson: E então, eu bati o barco na frente de 5.000 pessoas. Isso foi muito simbólico da viagem louca. Eu e Kristen estavamos com nossos troncos de natação e um biquíni, com 600 homens do Exército Brasileiro com metralhadoras e câmeras de vídeo, filmando na floresta tropical no Brasil. Estávamos fazendo um com o outro e fingindo que pulavamos de uma cachoeira.

Kristen Stewart: Ele estava tentando não passar a sua tinta branca em mim, e eu estava tentando não começar minha tinta marrom nele. Foi apenas pingando. Foi como “Nós dois somos realmente branco. Não há nada de maquiagem!”.

Robert Pattinson: Foi ridículo! Não, foi divertido. A coisa toda foi apenas uma experiência tão louca!

*Fontes:


























Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...